Programando em Python no contexto das Mudanças Ambientais
10-19, 08:30–12:30 (America/Manaus), OCEAN LAB 1

No contexto das mudanças ambientais e Big Data, criar soluções tecnológicas para o processamento de dados de Observação da Terra, é importante para permitir o monitoramento eficaz dos ecossistemas.


O Sensoriamento Remoto é a ciência pautada na obtenção de informações sobre um objeto sem que haja o contato físico direto, podendo ser usado para monitorar importantes características biofísicas e atividades humanas no planeta Terra. Com base em informações extraídas dos dados de Observação da Terra, pesquisadores, especialistas e tomadores de decisão conseguem dar grandes passos no monitoramento de mudanças ambientais. Diante do apresentado, pretende-se abordar os tópicos:
- Python e Dados Geoespaciais (1h): Era do Big Data, Data Science e Machine Learning; FOSS (Free and Open Source Software); Ciência aberta e reprodutível.
- Manipulação de Dados Raster (1h): Visualização de bandas; Manipulação de histograma; Composição colorida e contraste; Métodos simples para classificação.
- Manipulação de Dados Vetoriais (1h): Tipos geométricos; Documentos JSON/GeoJSON; Leitura/Escrita de Dados Vetoriais.
- Situação Problema (1h): criação de gráficos e extração de estatísticas zonais.

Geógrafa, graduada pela Universidade Estadual Paulista (UNESP, Rio Claro) e, mestranda em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE, São José dos Campos).